MultiWay

  • Quem somos? O que fazemos? E como te podemos ajudar?

    Somos uma organização particular de Consultoria Educativa que promove Cursos e Programas no Estrangeiro. É esta a definição "formal e pomposa" do que fazemos!

    No fundo, ajudamos jovens e... menos jovens, a ter Experiências Internacionais através de diferentes Cursos e Programas. Como costumamos dizer, não há uma idade certa para se embarcar numa aventura destas e por isso estamos cá para ajudar estudantes dos 8 aos 80...

       - Queres passar as férias a aprender uma nova língua? Cá estamos para ajudar! E com tanta oferta o mais difícil será mesmo escolher o destino!

       - Queres fazer um ano do Ensino Secundário numa experiência irrepetível e marcante para a vida? Check! Tratamos-te de todo o processo, desde a escola de destino à família que te irá acolher!

       - Queres fazer a Universidade lá fora? Estados Unidos? Reino Unido? França? Suíça? Com processos de candidatura tão diferentes, cá estamos para te aconselhar!

       - Queres fazer um ano de intervalo na tua vida académica ou profissional? Temos várias soluções!

       - Já estás a trabalhar, mas para progredires na carreira necessitas de melhorar uma língua estrangeira sobretudo no vocabulário da tua área? Só precisas de dizer qual o teu ramo e a língua que queres melhorar! Tratamos de tudo o resto!

       - Já se encontra a gozar os anos dourados da reforma e quer ter uma experiência internacional... mas não tem paciência para tratar de toda a logística? Diga-nos quando e onde quer ir e deixe o resto connosco!

       - E se não estiver para ir para fora mas também quiser ter uma Experiência Internacional... pode sempre candidatar-se a ser uma das nossas Famílias de Acolhimento!

     

    E é isto! "O Mundo é a Tua Casa... e nós somos a Porta!"

     

    Disclaimer

    Todas as organizações ou escolas com que a MultiWay trabalha foram cuidadosamente seleccionadas em termos da qualidade dos cursos que oferecem e do serviço que proporcionam.

    A MultiWay representa, em regime de exclusividade para o nosso país, grande número de organizações, universidades, colégios e escolas de línguas dos mais variados países.

    Os participantes nos cursos da MultiWay, além de aperfeiçoarem o seu conhecimento de idiomas alargam os seus horizontes culturais e desenvolvem a sua capacidade de estar num mundo cada vez mais multicultural.

    Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas de "Querer sair da Zona de Conforto"... contacte-nos

     

    E porque não uma experiência diferente?


    Muitos jovens consideram que já viajaram bastante, mas nunca tiraram todo o partido que podiam ter tirado de uma experiência no estrangeiro. Viajaram com os pais. Ficaram em lugares turísticos que toda a gente visita. Instalaram-se em hotéis onde, se não saíssem para a rua, nem saberiam em que país se situavam. Foram turistas, não viajantes.

    Viajar é ter a oportunidade de descobrir novas realidades, novos usos e costumes. Quando viajamos somos muitas vezes surpreendidos ao verificar que nem toda a gente veste como nós, come como nós, pensa da mesma maneira que nós pensamos.

    Mas viajar é, sobretudo, uma oportunidade de também nos conhecermos melhor a nós próprios. Só quando confrontados com situações novas e inesperadas é que descobrimos que temos capacidades para lidar com elas de que nunca nos tínhamos apercebido. São essas situações que nos ajudam a crescer, a tornarmo-nos mais conscientes das nossas capacidades, mais autónomos e mais responsáveis.

    Daí a enorme importância que é dada hoje em dia às chamadas experiências interculturais. Em muitos países são os próprios governos que subsidiam os jovens, sobretudo os que vão concluir o ensino secundário, para que vão viajar, estudar, trabalhar para longe de casa durante cerca de um ano, antes de ingressarem no ensino superior.

    Esta ideia começa a ser cada vez mais aceite pelos pais dos jovens que, preocupados com o futuro dos filhos, querem proporcionar-lhes todo um conjunto de experiências que contribuam para aumentar a sua possibilidade de sucesso quando mais tarde entrarem na vida activa. Um currículo sem uma experiência de média ou longa duração noutro país já não dá grandes garantias de acesso a um posto de trabalho.

    Para além do conhecimento linguístico, qualquer experiência, especialmente durante a juventude, noutro país, é da maior importância. Desenvolve nos participantes os mecanismos que lhes vão permitir mais tarde, quando inseridos noutros países e culturas, lidarem com as diferenças culturais sem que isso constitua um problema.

    Há cursos e programas, sobretudo os de média ou longa duração, em que os jovens podem ainda acrescentar a componente escolar a uma experiência que valeria sempre a pena. Os programas com a duração de perto de um ano em que vão viver noutro país, com outra família e conhecer um sistema de ensino diferente são talvez a mais importante experiência de crescimento pessoal que um jovem pode ter.

    Estas experiências obtidas enquanto mais jovens abrem normalmente o caminho para vias que, doutra forma estariam talvez vedadas ou seriam mais difíceis de atingir. Referimo-nos a toda a gama de cursos superiores noutros países, bem como de estágios ou experiências de trabalho.

    O nosso país precisa, agora mais do que nunca, de pessoas com conhecimentos e abertura de espírito que lhes permitam enveredar por outros rumos, testar outras soluções, não recear enfrentar novos desafios. Vão ser esses jovens que irão estar na base do que iremos ser no futuro.

    Por: António Valadas

A Carregar Informação